line
logo
Menu

Informativo

4/2 - Atenção, cirurgiões-dentistas com 60 anos ou mais

04/02/2021 às 14:25

A partir da terça-feira (9/2), cirurgiões-dentistas da rede pública e privada com 60 anos ou mais, que tenham inscrição ativa no CROSP e residam na capital paulista poderão ser imunizados contra a Covid-19.

A ação é em resposta aos pedidos do CROSP para agilização na vacinação da Odontologia, uma vez que esses profissionais atuam no contato direto com a boca, estando expostos ao risco de contaminação cruzada pelo novo coronavírus.

Essa fase de vacinação acontecerá de 9 a 15 de fevereiro, das 7h às 19h nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) do município e das 8h às 17h no sistema drive-thru nos locais abaixo:

- Praça Charles Miler | Estádio do Pacaembu;

- Estádio Neo Química Arena (Arena Corinthians);

- Autódromo de Interlagos;

- Anhembi;

- Igreja Boas Novas.

Para tomar a vacina, é necessário apresentar o registro do CRO e um comprovante de residência de São Paulo.

Confira aqui os detalhes do instrutivo enviado pela Prefeitura de São Paulo e aqui o ofício enviado pelo CROSP aos setores de Vigilância do município e à Secretaria Municipal de Saúde.

Informativo

4/2 - Atenção, cirurgiões-dentistas com 60 anos ou mais

04/02/2021 às 14:25

A partir da terça-feira (9/2), cirurgiões-dentistas da rede pública e privada com 60 anos ou mais, que tenham inscrição ativa no CROSP e residam na capital paulista poderão ser imunizados contra a Covid-19.

A ação é em resposta aos pedidos do CROSP para agilização na vacinação da Odontologia, uma vez que esses profissionais atuam no contato direto com a boca, estando expostos ao risco de contaminação cruzada pelo novo coronavírus.

Essa fase de vacinação acontecerá de 9 a 15 de fevereiro, das 7h às 19h nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) do município e das 8h às 17h no sistema drive-thru nos locais abaixo:

- Praça Charles Miler | Estádio do Pacaembu;

- Estádio Neo Química Arena (Arena Corinthians);

- Autódromo de Interlagos;

- Anhembi;

- Igreja Boas Novas.

Para tomar a vacina, é necessário apresentar o registro do CRO e um comprovante de residência de São Paulo.

Confira aqui os detalhes do instrutivo enviado pela Prefeitura de São Paulo e aqui o ofício enviado pelo CROSP aos setores de Vigilância do município e à Secretaria Municipal de Saúde.