line
logo
Menu

Informativo

27/10 - Começa a Terceira Edição da Semana CROSP de Saúde Bucal

27/10/2020 às 12:02

Nesta segunda-feira (26/10), teve início a Terceira Edição da Semana CROSP de Saúde Bucal, evento promovido pelo Conselho Regional de Odontologia de São Paulo (CROSP) com o intuito de valorizar a classe odontológica e divulgar as suas especialidades. Em sua terceira edição consecutiva, a Semana acontece de forma totalmente on-line, respeitando os protocolos de distanciamento social e segurança. O primeiro dia do evento foi marcado por palestras sobre variados temas, ministradas por especialistas das Câmaras Técnicas da autarquia, incluindo assuntos pertinentes à pandemia de covid-19 e a nova rotina que o cenário impôs à prática odontológica.

 

“Teremos hoje profissionais altamente capacitados para orientar a todos de forma ética e responsável. Iniciativas como essa são cada vez mais valorizadas e estimuladas pelo Conselho”, disse Marcos Capez, presidente do CROSP, durante a abertura do evento.

 

Além de Capez, também reforçaram a excelência dos conteúdos das palestras Ricardo Horliana, coordenador geral das Câmaras Técnicas do CROSP, Mauricio Querido, membro do Comitê Gestor das Câmaras Técnicas, e Rogério Kairalla, secretário do Conselho. 

                                                                                                              

Desafios da retomada no SUS

 

Abordando os desafios de retornar às atividades no Sistema Único de Saúde (SUS) durante a pandemia, Luiz Felipe Scabar, presidente da Câmara Técnica de Saúde Coletiva, fez uma exposição sobre o “Consenso Abeno - biossegurança no ensino odontológico pós - pandemia da covid-19”, material desenvolvido pela Associação Brasileira de Ensino Odontológico (Abeno), em que contribuiu para elaboração com mais de 500 docentes de 178 cursos de odontologia, representando 24 estados brasileiros.  

 

O documento traz os principais aspectos referentes à biossegurança antes, durante e após o atendimento odontológico. Scabar discutiu a transposição de muitos dos conceitos presentes no consenso para o SUS, como a reorganização dos agendamentos e estratégias de controle para aerossóis. “A demanda que já era reprimida no SUS se intensificou ainda mais com a pandemia. Temos um desafio enorme pela frente de atender a todos, seguindo os rigorosos protocolos de biossegurança. É importante, portanto, que todos os cirurgiões-dentistas conheçam as estratégias presentes no documento que irão auxiliar no momento atual e pós-pandemia”, reforçou.

 

A importância da Odontologia do Trabalho

 

Já Silvia Maria Pollastrini Murolo, membro da Câmara Técnica de Odontologia do Trabalho do CROSP, trouxe uma reflexão acerca de como a especialidade pode contribuir no enfrentamento da covid-19, fazendo com que medidas de biossegurança alcancem não somente colaboradores das empresas, mas também os seus familiares.

 

De acordo com Silvia, como uma especialidade recente, a Odontologia do Trabalho passa a ter uma visibilidade maior e diferenciada frente à covid-19. “A implementação de todas essas medidas de saúde, proteção e prevenção que estamos presenciando fazem parte da Odontologia do Trabalho. E a partir do momento em que essas práticas e cuidados se tornam mais efetivas dentro das empresas, elas também se estendem ao ambiente familiar, tornando-o mais bem assistido, ampliando a capilaridade de diversas medidas de saúde pública”, analisou. 

 

Hipnose e pandemia

 

Marly da Silva Rodrigues, secretária da Câmara Técnica de Hipnose, por sua vez, debateu como a hipnose pode auxiliar a manter a saúde mental em tempos de covid-19. “É muito importante, nesse momento, o cirurgião-dentista fazer uma anamnese psíquica para saber como as pessoas estão se sentindo e oferecer o melhor tratamento na oportunidade adequada. O medo está em toda a parte por conta da covid-19 e a hipnose pode ajudar muito, através da sugestão de bons pensamentos. Esta é a prerrogativa da hipnose, pois ela gera uma alteração no mecanismo psicológico, neurológico, imunológico e endócrino no nosso organismo”, explicou.

 

Segundo Marly, a técnica pode ajudar tanto os pacientes quanto os profissionais de saúde que estão sob estresse no dia a dia dos consultórios. 

 

O primeiro dia do evento contou ainda com as palestras “Controle e manutenção de implantes em tempos de pandemia”, “Processos éticos em odontologia com ênfase em endodontia” e “A odontologia e a ética estão andando juntas atualmente?”, ministradas, respectivamente, por Sumaia Ahmad, membro da Câmara Técnica de Implantodontia; Sofia Takeda Uemura, presidente da Comissão de Ética do CROSP, e Sérgio Brossi Botta, presidente da Câmara Técnica de Dentística e Soraya Monteiro Guedes Fernandez, presidente da Câmara Técnica de Odontologia Legal.  

 

A Semana CROSP de Saúde Bucal segue até o dia 28 e pode ser acompanhada pelo canal da TV CROSP no YouTube. Inscreva-se e não esqueça de ativar o sininho!


Confira o dia de ontem aqui.

 

 

            

 

Informativo

27/10 - Começa a Terceira Edição da Semana CROSP de Saúde Bucal

27/10/2020 às 12:02

Nesta segunda-feira (26/10), teve início a Terceira Edição da Semana CROSP de Saúde Bucal, evento promovido pelo Conselho Regional de Odontologia de São Paulo (CROSP) com o intuito de valorizar a classe odontológica e divulgar as suas especialidades. Em sua terceira edição consecutiva, a Semana acontece de forma totalmente on-line, respeitando os protocolos de distanciamento social e segurança. O primeiro dia do evento foi marcado por palestras sobre variados temas, ministradas por especialistas das Câmaras Técnicas da autarquia, incluindo assuntos pertinentes à pandemia de covid-19 e a nova rotina que o cenário impôs à prática odontológica.

 

“Teremos hoje profissionais altamente capacitados para orientar a todos de forma ética e responsável. Iniciativas como essa são cada vez mais valorizadas e estimuladas pelo Conselho”, disse Marcos Capez, presidente do CROSP, durante a abertura do evento.

 

Além de Capez, também reforçaram a excelência dos conteúdos das palestras Ricardo Horliana, coordenador geral das Câmaras Técnicas do CROSP, Mauricio Querido, membro do Comitê Gestor das Câmaras Técnicas, e Rogério Kairalla, secretário do Conselho. 

                                                                                                              

Desafios da retomada no SUS

 

Abordando os desafios de retornar às atividades no Sistema Único de Saúde (SUS) durante a pandemia, Luiz Felipe Scabar, presidente da Câmara Técnica de Saúde Coletiva, fez uma exposição sobre o “Consenso Abeno - biossegurança no ensino odontológico pós - pandemia da covid-19”, material desenvolvido pela Associação Brasileira de Ensino Odontológico (Abeno), em que contribuiu para elaboração com mais de 500 docentes de 178 cursos de odontologia, representando 24 estados brasileiros.  

 

O documento traz os principais aspectos referentes à biossegurança antes, durante e após o atendimento odontológico. Scabar discutiu a transposição de muitos dos conceitos presentes no consenso para o SUS, como a reorganização dos agendamentos e estratégias de controle para aerossóis. “A demanda que já era reprimida no SUS se intensificou ainda mais com a pandemia. Temos um desafio enorme pela frente de atender a todos, seguindo os rigorosos protocolos de biossegurança. É importante, portanto, que todos os cirurgiões-dentistas conheçam as estratégias presentes no documento que irão auxiliar no momento atual e pós-pandemia”, reforçou.

 

A importância da Odontologia do Trabalho

 

Já Silvia Maria Pollastrini Murolo, membro da Câmara Técnica de Odontologia do Trabalho do CROSP, trouxe uma reflexão acerca de como a especialidade pode contribuir no enfrentamento da covid-19, fazendo com que medidas de biossegurança alcancem não somente colaboradores das empresas, mas também os seus familiares.

 

De acordo com Silvia, como uma especialidade recente, a Odontologia do Trabalho passa a ter uma visibilidade maior e diferenciada frente à covid-19. “A implementação de todas essas medidas de saúde, proteção e prevenção que estamos presenciando fazem parte da Odontologia do Trabalho. E a partir do momento em que essas práticas e cuidados se tornam mais efetivas dentro das empresas, elas também se estendem ao ambiente familiar, tornando-o mais bem assistido, ampliando a capilaridade de diversas medidas de saúde pública”, analisou. 

 

Hipnose e pandemia

 

Marly da Silva Rodrigues, secretária da Câmara Técnica de Hipnose, por sua vez, debateu como a hipnose pode auxiliar a manter a saúde mental em tempos de covid-19. “É muito importante, nesse momento, o cirurgião-dentista fazer uma anamnese psíquica para saber como as pessoas estão se sentindo e oferecer o melhor tratamento na oportunidade adequada. O medo está em toda a parte por conta da covid-19 e a hipnose pode ajudar muito, através da sugestão de bons pensamentos. Esta é a prerrogativa da hipnose, pois ela gera uma alteração no mecanismo psicológico, neurológico, imunológico e endócrino no nosso organismo”, explicou.

 

Segundo Marly, a técnica pode ajudar tanto os pacientes quanto os profissionais de saúde que estão sob estresse no dia a dia dos consultórios. 

 

O primeiro dia do evento contou ainda com as palestras “Controle e manutenção de implantes em tempos de pandemia”, “Processos éticos em odontologia com ênfase em endodontia” e “A odontologia e a ética estão andando juntas atualmente?”, ministradas, respectivamente, por Sumaia Ahmad, membro da Câmara Técnica de Implantodontia; Sofia Takeda Uemura, presidente da Comissão de Ética do CROSP, e Sérgio Brossi Botta, presidente da Câmara Técnica de Dentística e Soraya Monteiro Guedes Fernandez, presidente da Câmara Técnica de Odontologia Legal.  

 

A Semana CROSP de Saúde Bucal segue até o dia 28 e pode ser acompanhada pelo canal da TV CROSP no YouTube. Inscreva-se e não esqueça de ativar o sininho!


Confira o dia de ontem aqui.