line
logo
Menu

Informativo

21/07 - CROSP atualiza manual de biossegurança para atendimento durante a pandemia

21/07/2020 às 09:18

Lançado em maio, o manual Biossegurança: Adequações técnicas em tempos de Covid-19 foi atualizado pelo Conselho Regional de Odontologia de São Paulo (CROSP).

O material, elaborado pelo Grupo de Trabalho de Biossegurança da autarquia, foi criado com o intuito de orientar cirurgiões-dentistas, auxiliares e técnicos de saúde bucal e prótese dentária sobre procedimentos de higienização e proteção para prevenir infecções cruzadas durante o atendimento odontológico, considerando a   pandemia de Covid-19.

As recomendações da publicação foram construídas a fim de serem atualizadas, conforme acúmulo relevante de conhecimento científico. Dentre os pontos revisados, a nova versão traz a análise do que foi publicado recentemente sobre a questão dos aerossóis no ambiente odontológico, reforçando o uso do respirador (N95 ou PFF2).

“O esforço do CROSP é pela saúde de todos os profissionais e suas equipes. Cuidando da nossa saúde e dos nossos pacientes, teremos o risco de contágio reduzido, garantindo a continuidade da saúde bucal assegurada a nossa população”, destaca Mary Caroline Macedo, membro do Grupo de Trabalho de Biossegurança do CROSP. 

A versão mais recente do manual pode ser acessada aqui.

Informativo

21/07 - CROSP atualiza manual de biossegurança para atendimento durante a pandemia

21/07/2020 às 09:18

Lançado em maio, o manual Biossegurança: Adequações técnicas em tempos de Covid-19 foi atualizado pelo Conselho Regional de Odontologia de São Paulo (CROSP).

O material, elaborado pelo Grupo de Trabalho de Biossegurança da autarquia, foi criado com o intuito de orientar cirurgiões-dentistas, auxiliares e técnicos de saúde bucal e prótese dentária sobre procedimentos de higienização e proteção para prevenir infecções cruzadas durante o atendimento odontológico, considerando a   pandemia de Covid-19.

As recomendações da publicação foram construídas a fim de serem atualizadas, conforme acúmulo relevante de conhecimento científico. Dentre os pontos revisados, a nova versão traz a análise do que foi publicado recentemente sobre a questão dos aerossóis no ambiente odontológico, reforçando o uso do respirador (N95 ou PFF2).

“O esforço do CROSP é pela saúde de todos os profissionais e suas equipes. Cuidando da nossa saúde e dos nossos pacientes, teremos o risco de contágio reduzido, garantindo a continuidade da saúde bucal assegurada a nossa população”, destaca Mary Caroline Macedo, membro do Grupo de Trabalho de Biossegurança do CROSP. 

A versão mais recente do manual pode ser acessada aqui.