line
logo
Menu

Informativo

Em Regente Feijó: CROSP flagra exercício ilegal da profissão

18/11/2019 às 09:15

O Conselho Regional de Odontologia de São Paulo (CROSP) identificou um caso de exercício ilegal da profissão em Regente Feijó. Durante uma visita de rotina em um estabelecimento odontológico da cidade foi identificado um Técnico em Prótese Dentária (TPD) paramentado e em atendimento a paciente. O fato ocorreu em 29/10.

Ao entrar no local, a fiscalização foi recebida por uma cirurgiã-dentista que, imediatamente, dirigiu-se a sala de atendimento, na qual, o suposto cirurgião-dentista prestava atendimento a paciente. Ao ser questionado sobre a sua carteira de identificação profissional, declarou ser Técnico em Prótese Dentária (TPD) e confirmou não possuir graduação em Odontologia.

Diante do fato, a fiscalização do CROSP acionou a Polícia Militar e, após esclarecimentos iniciais, direcionou todos os envolvidos a delegacia de Polícia de Regente Feijó, na qual foi registrado um boletim de ocorrência por exercício ilegal da Odontologia.

Denuncie

O atendimento realizado por profissional não habilitado pode causar sérios danos à saúde da população. Portanto, os casos devem ser denunciados para as autoridades policiais e a autarquia regional, que tomarão as devidas providências.

Para denunciar, o canal de acesso é o Fale Conosco. Saiba mais detalhes aqui.

Informativo

Em Regente Feijó: CROSP flagra exercício ilegal da profissão

18/11/2019 às 09:15

O Conselho Regional de Odontologia de São Paulo (CROSP) identificou um caso de exercício ilegal da profissão em Regente Feijó. Durante uma visita de rotina em um estabelecimento odontológico da cidade foi identificado um Técnico em Prótese Dentária (TPD) paramentado e em atendimento a paciente. O fato ocorreu em 29/10.

Ao entrar no local, a fiscalização foi recebida por uma cirurgiã-dentista que, imediatamente, dirigiu-se a sala de atendimento, na qual, o suposto cirurgião-dentista prestava atendimento a paciente. Ao ser questionado sobre a sua carteira de identificação profissional, declarou ser Técnico em Prótese Dentária (TPD) e confirmou não possuir graduação em Odontologia.

Diante do fato, a fiscalização do CROSP acionou a Polícia Militar e, após esclarecimentos iniciais, direcionou todos os envolvidos a delegacia de Polícia de Regente Feijó, na qual foi registrado um boletim de ocorrência por exercício ilegal da Odontologia.

Denuncie

O atendimento realizado por profissional não habilitado pode causar sérios danos à saúde da população. Portanto, os casos devem ser denunciados para as autoridades policiais e a autarquia regional, que tomarão as devidas providências.

Para denunciar, o canal de acesso é o Fale Conosco. Saiba mais detalhes aqui.