Informativo

Curso de Especialização em Saúde da Família é aprovado pelo CFO

22/10/2013 às 00:00

Em seu terceiro ano de oferta, o curso de Especialização em Saúde da Família organizado pelo Projeto UNASUS – UNIFESP (Universidade Aberta do Sistema Único de Saúde - SUS e Universidade Federal de São Paulo) foi reconhecido pelo Conselho Federal de Odontologia (CFO). Recentemente, o pedido de reconhecimento da UNIFESP para as três turmas (2011, 2012 e 2013) do curso, modalidade à distância, também foram deferidos pelo CFO.
 
Voltado para médicos, dentistas e enfermeiros vinculados à Estratégia de Saúde da Família do Estado de São Paulo, o curso tem duração de 12 meses e visa o aprofundamento de temas pertinentes a realidade do sistema de saúde brasileiro. Entre o período de 2010 a 2013, o curso já formou mais de 800 cirurgiões-dentistas. 
 
Dr. Ailton Morillas, presidente do CFO, declarou que o reconhecimento recente da Saúde Coletiva e da Família aconteceu porque essa é uma especialidade relativamente nova. “A aprovação pelo plenário do CFO se deu após estudo e agora essa será uma área reconhecida e que conferirá títulos aos cirurgiões-dentistas”.
 
O Professor Celso Zilbovicius, da UNIFESP, acredita que essa decisão é um avanço na questão de política nacional na área de saúde bucal e viu a decisão do CFO como uma possibilidade de oferecer um curso ainda melhor. “Esses profissionais agora terão a oportunidade de não só participar de um curso multidisciplinar com o reconhecimento dado pela UNIFESP, mas também passarão a receber o título de especialista em uma área que, tradicionalmente, nunca foi muito valorizada como especialidade dentro da odontologia.”
 
Em seu primeiro ano de oferta (2010-2011) os encontros presenciais curso de Especialização em Saúde da Família eram realizados somente na cidade de São Paulo, limitando a participação de outros municípios do Estado. Porém, já no ano seguinte, com o apoio da Secretaria Municipal de Saúde local e da UNIMAR (Universidade de Marília), os encontros passaram a acontecer também em Marília. A partir de 2012,  se expandiu também para São José do Rio Preto, que aderiu ao projeto com o apoio da gestão de saúde local e da UNILAGO (União das Faculdades dos Grandes Lagos). 
 

 

Voltar