line
logo
Menu

Informativo

Em Campinas: Estudante de Odontologia é flagrado em exercício ilegal da profissão

22/01/2018 às 14:14

Denúncias apresentadas no Conselho Regional de Odontologia de São Paulo (CROSP) e na Delegacia de polícia do município levaram à identificação de mais um caso de exercício ilegal da profissão em Campinas. O fato aconteceu em 19.01 por um estudante de Odontologia.

No consultório, localizado na região central da cidade, fiscais do CROSP e policiais encontraram medicamentos, equipamentos e recibo com o nome do denunciado e o número de inscrição no Conselho de um profissional suspenso.

Ao ser questionado, o estudante alegou ser responsável somente por receber os pagamentos e não prestar qualquer atendimento odontológico no local. A vítima, no entanto, reconheceu o suposto profissional.

Segundo as autoridades policiais o estudante deverá responder por exercício ilegal da profissão, falsificação de documento e crime contra a saúde pública. Casos como este podem ser denunciados pelo site do CROSP. Neste link estão todas as informações para contato com o Conselho.

Informativo

Em Campinas: Estudante de Odontologia é flagrado em exercício ilegal da profissão

22/01/2018 às 14:14

Denúncias apresentadas no Conselho Regional de Odontologia de São Paulo (CROSP) e na Delegacia de polícia do município levaram à identificação de mais um caso de exercício ilegal da profissão em Campinas. O fato aconteceu em 19.01 por um estudante de Odontologia.

No consultório, localizado na região central da cidade, fiscais do CROSP e policiais encontraram medicamentos, equipamentos e recibo com o nome do denunciado e o número de inscrição no Conselho de um profissional suspenso.

Ao ser questionado, o estudante alegou ser responsável somente por receber os pagamentos e não prestar qualquer atendimento odontológico no local. A vítima, no entanto, reconheceu o suposto profissional.

Segundo as autoridades policiais o estudante deverá responder por exercício ilegal da profissão, falsificação de documento e crime contra a saúde pública. Casos como este podem ser denunciados pelo site do CROSP. Neste link estão todas as informações para contato com o Conselho.