line
logo
Menu

Informativo

Nota de esclarecimento - Amálgama de Prata

27/06/2017 às 13:15

A Câmara Técnica de Dentística do Conselho Regional de Odontologia de São Paulo (CROSP) vem a público esclarecer postagens veiculadas na internet e nas redes sociais a respeito da utilização de vestimentas especiais e equipamentos de segurança para a remoção de restaurações de Amálgama de Prata.

É importante salientar que as restaurações de Amálgama de Prata são empregadas com segurança na odontologia há mais de 190 anos. Para estudar mais a fundo esta questão do ensino e utilização segura do Amálgama, foram realizados nos últimos três anos no Brasil três simpósios, USP-SP (Universidade de São Paulo), GBPD (Grupo Brasileiro de Professores de Dentística) e UVA- (Universidade Veiga de Almeida), reunindo pesquisadores e professores de Dentística e materiais dentários de todo país, que demonstraram que o Amálgama de Prata é uma material seguro e ainda tem, apesar de pequena, a sua indicação.

Entidades internacionais confiáveis, como a ADA (American Dental Association), entre outras, consideram seguras tanto a aplicação como a remoção deste material, quando utilizados os protocolos clínicos internacionalmente aceitos e adotados.

A Odontologia preconiza há décadas um protocolo simples e seguro de remoção destas restaurações, que não exige os aparatos demonstrados nas matérias  recentemente veiculadas. Infelizmente as reportagens constituem-se um exagero. Além de ter âmbito mercadológico e sensacionalista, podem ainda - sem confiável embasamento cientifico - causar pânico á população.

Continuamos à disposição para esclarecer e fornecer subsídios embasados cientificamente para quem possa se interessar.

Informativo

Nota de esclarecimento - Amálgama de Prata

27/06/2017 às 13:15

A Câmara Técnica de Dentística do Conselho Regional de Odontologia de São Paulo (CROSP) vem a público esclarecer postagens veiculadas na internet e nas redes sociais a respeito da utilização de vestimentas especiais e equipamentos de segurança para a remoção de restaurações de Amálgama de Prata.

É importante salientar que as restaurações de Amálgama de Prata são empregadas com segurança na odontologia há mais de 190 anos. Para estudar mais a fundo esta questão do ensino e utilização segura do Amálgama, foram realizados nos últimos três anos no Brasil três simpósios, USP-SP (Universidade de São Paulo), GBPD (Grupo Brasileiro de Professores de Dentística) e UVA- (Universidade Veiga de Almeida), reunindo pesquisadores e professores de Dentística e materiais dentários de todo país, que demonstraram que o Amálgama de Prata é uma material seguro e ainda tem, apesar de pequena, a sua indicação.

Entidades internacionais confiáveis, como a ADA (American Dental Association), entre outras, consideram seguras tanto a aplicação como a remoção deste material, quando utilizados os protocolos clínicos internacionalmente aceitos e adotados.

A Odontologia preconiza há décadas um protocolo simples e seguro de remoção destas restaurações, que não exige os aparatos demonstrados nas matérias  recentemente veiculadas. Infelizmente as reportagens constituem-se um exagero. Além de ter âmbito mercadológico e sensacionalista, podem ainda - sem confiável embasamento cientifico - causar pânico á população.

Continuamos à disposição para esclarecer e fornecer subsídios embasados cientificamente para quem possa se interessar.