line
logo
Menu

Funcionários Públicos

Profissionais municipalizados da Saúde pedem audiência com prefeito de SP

25/11/2016 às 13:57

O Conselho Regional de Odontologia de São Paulo (CROSP), atendendo pedido do GT de cirurgiões-dentistas vinculados à Prefeitura de São Paulo, enviou oficio ao prefeito, Fernando Haddad, solicitando audiência para tratar dos benefícios destinados aos profissionais municipalizados.

No documento, o CROSP também apresenta apoio ao Projeto de Lei que abordará a gratificação destes profissionais e ao protocolo de Intenções e Acordo entre o Sindicato dos Trabalhadores Públicos na Saúde do Estado de São Paulo (SindSaúde/SP) e a Secretaria de Saúde do município. 

Entre as negociações deste acordo publicado no Diário Oficial da cidade, em 22.11, estão: “1)As partes concordam que estas Gratificações de municipalização e Compatibilização se encontram defasadas por um longo período que corresponde ao percentual acumulado superior aos de 25%. 2)Que será extinta a Gratificação de Compatibilização: 3) Que para suprir minimamente esta demanda o valor da Gratificação de municipalização será reajustado em 25% (vinte e cinco por cento), a partir do próximo período. 4) Que como referido percentual não repõe as diferenças acumuladas, as partes continuarão o processo de negociação, visando à reposição da diferença, mediante agenda que será definida em conjunto; 5) Nada mais tendo sido discutido firmam o presente, em duas vias de igual teor”.

 

Funcionários Públicos

Profissionais municipalizados da Saúde pedem audiência com prefeito de SP

25/11/2016 às 13:57

O Conselho Regional de Odontologia de São Paulo (CROSP), atendendo pedido do GT de cirurgiões-dentistas vinculados à Prefeitura de São Paulo, enviou oficio ao prefeito, Fernando Haddad, solicitando audiência para tratar dos benefícios destinados aos profissionais municipalizados.

No documento, o CROSP também apresenta apoio ao Projeto de Lei que abordará a gratificação destes profissionais e ao protocolo de Intenções e Acordo entre o Sindicato dos Trabalhadores Públicos na Saúde do Estado de São Paulo (SindSaúde/SP) e a Secretaria de Saúde do município. 

Entre as negociações deste acordo publicado no Diário Oficial da cidade, em 22.11, estão: “1)As partes concordam que estas Gratificações de municipalização e Compatibilização se encontram defasadas por um longo período que corresponde ao percentual acumulado superior aos de 25%. 2)Que será extinta a Gratificação de Compatibilização: 3) Que para suprir minimamente esta demanda o valor da Gratificação de municipalização será reajustado em 25% (vinte e cinco por cento), a partir do próximo período. 4) Que como referido percentual não repõe as diferenças acumuladas, as partes continuarão o processo de negociação, visando à reposição da diferença, mediante agenda que será definida em conjunto; 5) Nada mais tendo sido discutido firmam o presente, em duas vias de igual teor”.